Páginas

terça-feira, 22 de março de 2011

Oitava Carta: Atenção.

"Falo pouco, penso pouco, escrevo pouco, olho pouco, cheiro pouco, sinto pouco, gosto pouco: sou ninguém. Falo sobre qualquer coisa, penso sobre qualquer coisa, escrevo sobre qualquer coisa, olho para qualquer coisa, cheiro qualquer coisa, sinto qualquer coisa, gosto de qualquer coisa: sou qualquer coisa. Falo muito, penso muito, escrevo muito, olho muito, cheiro muito, sinto muito, gosto muito: continuo sendo ninguém. Acho que isto está errado. Eu quero atenção falando pouco, pensando sobre qualquer coisa e gostando muito... de você."

Cartas Diretas, obrigado.
Postar um comentário